Artigo sobre erliquiose canina

18/11/14 em Alagoas, Artigos   |  Nenhum comentário

Foto 1- Sangramento nasal em cão com erliquiose

A erliquiose canina é uma doença que é transmitida pela picada do carrapato infectado, que durante a ingestão de sangue inocula junto com a saliva as bactérias que causam a doença. Por esse motivo, ela é conhecida popularmente como “doença do carrapato”.

Após ser infectado, o cão demora de oito a vinte dias para apresentar os primeiros sinais clínicos que incluem depressão, falta de apetite, perda de peso e em alguns casos, sangramentos nasais e pela gengiva.

O diagnóstico é feito pelo médico veterinário com base nos sinais clínicos e achados laboratoriais, porém a confirmação se dá pela visualização da bactéria dentro de células sanguíneas através de um exame chamado esfregaço sanguíneo.

A resposta ao tratamento geralmente é positiva, com exceção dos casos crônicos nos quais a resposta é mínima e a transfusão sanguínea é indicada. Vários são os medicamentos a base de antibióticos que podem ser utilizados, sendo que a recuperação depende da severidade do caso e da rapidez com que a medicação é iniciada.

Não existe vacina para proteger os animais contra a doença, portanto uma boa alternativa é trabalhar com a prevenção que consiste em controlar os carrapatos no ambiente através da aplicação de carrapaticidas, manter as instalações do animal em boas condições de higiene e usar no cão drogas antiparasitárias, sempre com a orientação do médico veterinário.

É importante ressaltar que o mesmo animal pode adoecer sucessivas vezes, basta que o mesmo tenha contato com carrapatos infectados e que não é necessária uma grande quantidade de carrapatos para que a doença seja transmitida.

Caso o animal apresente alguns dos sinais descritos, deve-se procurar o médico veterinário o mais rápido possível para que seja feito o diagnóstico precoce juntamente com o tratamento.

Foto 2- Forma de transmissão da doença

Escrito por:

  • Ximenes Marques de Barros Correia

Médico veterinário cirurgião do Neafa
Clínico e cirurgião da Clínica Veterinária Vitalvet
Especialista em clínica e cirurgia de cães e gatos pela Equalis/Ufersa

  • Elizabeth de Oliveira Lima

Médica Veterinária. Já foi estagiária do Neafa.

Referências:

Avaliação clínica e molecular de cães com erliquiose. Artigo disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cr/v40n6/a604cr1564.pdf

Erliquiose canina. Revisão de literatura disponível em: http://www.ccmv.ufpr.br/2009/KEILA2009.pdf

Erliquiose canina. Revisão de literatura disponível em: http://revistas.unipar.br/veterinaria/article/viewFile/4149/2591

Referências imagens:

– Foto 1: filhosdegaiasg.blogspot.com

– Foto 2: desingcurioso.jimdo.com

Comente!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *