Lar Provisório: saiba o que é e torne-se um!

04/10/12 em Lar Provisório   |  Nenhum comentário

O que é?

Lar Provisório é o local onde cães e gatos abandonados encontram abrigo temporário, alimentação e cuidados até que sejam adotados por uma família definitiva. Os LPs são imprescindíveis e um dos principais apoios para a proteção dos animais.

Qualquer pessoa com mais de 18 anos pode ser responsável por um Lar Provisório. Basta ter espaço, consentimento dos outros moradores, tempo disponível, algum recurso e carinho para acolher temporariamente um ou mais animais até que encontrem um lar definitivo.

Ser um LP é uma experiência gratificante e que salva vidas.


Como posso me tornar um LP?

Se você tem interesse em ajudar os animais por meio de um trabalho voluntário, desenvolvido em sua casa, com flexibilidade de horários, essa pode ser uma excelente oportunidade. Você poderá, inclusive, escolher os animais que irá abrigar.

No entanto, é fundamental obedecer alguns critérios para garantir a saúde e o bem-estar dos animais disponíveis para adoção:

– consciência de que atuará no coletivo, não no individual
– evitar o apego que dificulta as chances de encontrar um novo lar amoroso e responsável para o cão/gato.
– manter um máximo de 10 animais, garantindo assim melhor controle da saúde física e comportamental dos bichos – acreditar que agindo assim, você ajudará realmente muitos animais!
Por que participar?
1. Dar uma chance de vida digna a um animal carente;

  1. Desfrutar o prazer de conviver com os animais, sem compromisso a longo prazo;

3. Receber o carinho e a gratidão desse(s) animal(is) e a amizade da família que o adotar;

  1. Fazer parte de um movimento muito gratificante e necessário para reduzir o número de animais abandonados.

Por que os LPs são tão necessários?

Os LPs são fundamentais no combate ao abandono de animais em nosso país. Destacamos 4 situações que ilustram essa importância:

  1. Animais perdidos ou abandonados: eles precisam de atenção e de alguém que os prepare para serem doados (vacina, vermífugo, castração, identificação e registro – RGA).
  2. Superlotação dos abrigos: o número dos animais em abrigos é muito grande. TODOS esses locais vivem o problema da superpopulação, o que resulta em um ambiente estressante e inadequado para a manutenção dos animais.
  3. Filhotes muito novos (órfãos): filhotes de 0 a 60 dias precisam de atenção especial com alimentação, aquecimento e higiene. Abrigar filhote(s) é um compromisso que requer atenção integral.
  4. Animais com necessidades especiais: recuperação de cirurgias, doença ou ferimento; animais cegos, surdos, traumatizados ou vítimas de abuso são algumas situações que requerem atenção extra, medicação e reabilitação física e comportamental.

Período de permanência, espécie de animal e situações mais frequentes
O tempo de permanência do animal nos Lares Provisórios pode variar de alguns dias a semanas ou meses, de acordo com cada caso e a disponibilidade dos responsáveis.

A espécie e a situação do animal abrigado é uma escolha do LP. Veja alguns exemplos:

Cães Gatos
• Adultos • Adultos
• Fêmea prenhe ou com ninhada • Fêmea prenhe ou com ninhada
• Filhotes: 0 a 60 dias • Filhotes: 0 a 60 dias
• Filhotes: 2 meses a 1 ano • Filhotes: 2 a 6 meses
• Convalescentes • Convalescentes
•Animais com necessidades especiais •Animais com necessidades especiais

 

Veja como os Lares Transitórios podem ajudar os animais:

  • Serão melhor socializados;
  • Receberão atenção e carinho, muito diferente de estarem junto com dezenas de outros, disputando por alimento e território, em brigas até a morte;
  • Serão menos susceptíveis as doenças contagiosas;
  • Evitará alterações comportamentais (como o comportamento de matilha), permitindo melhor adaptação no futuro lar;

Informações com ARCA BRASIL

 

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *